Vamos ver um pouco de Frida Khalo?

25.10.2015

Eu te levo para passear pela exposição que está em cartaz no Instituto Tomie Ohtake em São Paulo e por outros momentos de Frida.

Vem!

O nome dela é  Magdalena Carmen Frieda Kahlo y Calderón.

Nasceu em 1907, morreu em 1954 e deixou um grande legado para o mundo com suas pinturas, mas em especial para as mulheres.

Cada vez mais, Frida Khalo se consolida como símbolo da força e da independência do universo feminino.

A artista Mexicana estava muito à frente de seu tempo e, apesar de todos os percalços (como muitos problemas de saúde, um casamento conturbado, os abortos), continuava cheia de vida, plena de cor.

E, mesmo com sérios problemas de locomoção causados por um acidente grave quando tinha 18 anos e pela amputação de uma perna anos depois, mantinha uma verve sarcástica.

Impôs seu próprio estilo e criou um personagem único.

Externamente, ela aceitou aspectos de seu corpo que fugiam muito aos padrões da época — especialmente a sobrancelha unida e o buço. 

E reforçava esta estética como chancela ao estilo tehuana na região de Oaxaca no sul do México que, com saias longas, a ajudavam a esconder uma perna mais curta que a outra, consequência de uma poliomielite que enfrentou na infância.

Outro aspecto da mulher forte, de vida conturbada e colorida, eram suas convicções políticas. Comunista ferrenha, tinha como referências Mao e Trótski com quem, dizem, teve um romance nas temporadas em que ele passou em sua casa em Coyoacan, depois de ter sido exilado da URSS.

Em seu quarto, um foto de Mao Tse Tung na parede

 

Foi no partido comunista mexicano que Frida conheceu o muralista Diego Rivera, com quem se casou duas vezes sendo, a primeira, aos 22 anos. Ele tinha 43.

Desculpem a qulidade da foto ....

 

Há alguns meses em Detroit nos Estados Unidos, visitei uma exposição com trabalhos dos dois artistas alusiva, principalmente, ao período que passaram no país no início dos anos 1930.

Abaixo: Frida Khalo, auto-retrato, "Fronteira entre México e Estados Unidos” (1932), óleo sobre metal (coleção privada).

Frida Kahlo expôs seu trabalho nos Estados Unidos e na França e foi a primeira latino-americana a vender um quadro por US$ 1 milhão!

Em seus auto-retratos, as vestimentas sempre chamam a atenção fazendo de Frida, cada vez mais, um ícone fashion.

Adotou as saias longas, sempre muito ornadas e rodadas.

Por um lado, elas camuflavam seus problemas físicos, mas por outro eram a forma encontrada pela artista para manter o bom humor e para continuar se sentindo feminina.

Sua paixão por Diego Rivera ..... acima no quadro "Diego em mi Pensamiento"  1943.

 

Abaixo," El Abrazo de Amor de el Universo" 1949

A exposição reune ainda quadros de outras artistas com trabalhos muito bacanas! 

A autorepresentação diz muito da relação que a curadoria fez entres estas obras e a de Frida Khalo.

Escolhi aqui, alguns ... mas não me lembro das autoras e dos nomes de todos os quadros ....

 

 

 

 De Remédios Varo "Mulher saindo do Psicanalista" de 1960

 

De Leonora Carrington "A Artista viajando Incógnita" 1949

 

 

Fui à exposição em ótima companhia!!!!!

Olha só quem era a nossa acompanhante mor!!!!!

A querida Consuelo Blocker :))

E aqui, a turma toda !

Comigo à frente, a Isa.

Atrás, da esquerda para a direita: Maria, Vivi, Ritinha, Dri, Cassi, Consuelo, Andrea e Marina.

Frida Kahlo - conexões entre mulheres surrealistas no México fica em cartaz até o dia 10 de Janeiro de 2016!

Se vc gostou deste aperitivo e quiser dar uma passada por lá, vai aproveitar muito mais!

:))

 

 

 

 

Please reload

November 14, 2017

October 27, 2017

August 25, 2017

August 22, 2017

Please reload

  • Facebook Limpa
  • Instagram Limpa

Delícias da Vida: minha família - marido e filhas, minha casa que é o melhor lugar e ...  viagens!

As Filhas, sempre por perto, nem que de vez em quando, virtualmente.

Em casa, a Mesa posta com carinho, boa Comida, um Vinho ou Borbulhas geladas e Gente Querida!!!

Nos planos, sempre um Novo Destino e em Boa Companhia!

É disso que falo aqui: Estilo com Inspiração, Criatividade, Talento, Ideias, Inovação, Paixões, Originalidade .... Experiências!

Já passei dos 50, sou de Capricórnio com ascendente em Aquário e, assim, estou cada vez mais Leve e querendo Compartilhar as Boas Coisas da Vida!

 

 
Escrito por Mia Athayde  
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now